loja Lendo e Escrevendo: Lançamentos do Mês da Editora Bertrand

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Lançamentos do Mês da Editora Bertrand



Lírio Vermelho – Nora Roberts
Lírio vermelho conclui a Trilogia das Flores, com Hayley Phillips e sua filha, Lily. Quando Hayley viaja para Memphis para trabalhar com sua prima, Roz, ela não tem intenção alguma de se apaixonar. Mas logo se vê perplexa, ao notar que sente uma forte atração pelo filho de Roz. Roz descobre que Amélia, o fantasma da Noiva Harper, se apossou de Hayley. Agora, precisa dar um ponto final a isso.

Bom de Briga –Markus Zusak
Cameron e Ruben Wolfe são sobreviventes. Vivendo um dia de cada vez com sua família que passa por dificuldades, os dois procuram um propósito para a vida. Após terem uma série de ideias estúpidas, muitas delas inspiradas por horas e mais horas assistindo a péssimos programas de televisão (por exemplo, vender um secador de cabelos quebrado e torrar a grana em corrida de cães), os garotos recebem uma oferta tentadora. Um promotor de lutas clandestinas de boxe vê potencial nos dois, mesmo que a experiência deles se resuma a uma brincadeira de quintal. Isso não importa para Perry Cole – ele quer carne nova no ringue.
É a partir daí que Ruben e Cameron verão suas vidas e a de sua família se transformarem. E, mesmo sabendo que Ruben é o mais talentoso dos dois, Cameron luta com alma. Mesmo perdendo no ringue, é um vencedor na vida. Nem sempre quem ganha é o vencedor.

A Montanha Prateada – Catherine Cooper

Após A Noz de Ouro e O Portal de Glasruhen, Catherine Cooper, autora vencedora do Brit Writers Awards, apresenta o volume mais esperado da série As Aventuras de Jack Brenin: A montanha prateada. Presente nas principais listas de mais vendidos da Inglaterra, a série já vendeu mais de 500 mil exemplares no Reino Unido.
Tentando equilibrar as exigências da sua vida “real” e as necessidades e obrigações que tem como O Eleito de um universo mágico, Jack Brenin precisará evitar sozinho que os últimos dragonetes restantes na Terra sejam assados em um banquete dos Spriggans. Usando seu Livro das Sombras como guia e com seus amigos Camelin, o corvo, e Timmery, o morcego, Jack parte para o ataque na montanha prateada.
Neste terceiro volume, Jack terá que explorar o seu potencial ao máximo, tomar atitudes maduras e decisões importantes, além de enfrentar enormes desafios para ajudar seus amigos e, por fim, resolver os problemas em Annwn.


Puro – Andrew Miller
Fruto de intensa pesquisa histórica e vencedor do Costa Book Prize, Puro retrata a remoção de um cemitério e sua igreja, em Paris. Ele vem recebendo corpos há séculos e já beira o insuportável simplesmente transitar perto daquele que é considerado o elefante branco dos cemitérios. Jean-Baptiste Baratte é contratado por um ministro do rei para fazer a limpeza. Em pleno ano de 1785, começa a ganhar corpo um pedido de mudança, que só se desdobrará em 1789. É nesse ambiente de degradação tanto moral quanto física que o engenheiro, vindo do interior, terá de executar o trabalho.

O Filho renegado de Deus – Urariano Mota

O filho renegado de Deus, novo romance de Urariano Mota, faz uma denúncia e uma longa oração de amor para as mulheres vítimas da opressão cultural e de classes no Brasil. Para isso, tece histórias e personagens que trafegam por realidades sociais e políticas diferentes entre si, aprofundando o efeito devastador das injustiças e dos preconceitos sobre a humanidade.
O romance traz as lembranças de Jimeralto sobre a falecida mãe, após um encontro que o faz reviver o trauma pela perda. As memórias do protagonista passeiam, de modo refinado, pelos personagens da vila miserável onde ele vivia quando jovem, quase um cortiço, com descrições de episódios e de personagens que não temem momentos de adversidade.

Terror – Jan Guillou
Jan Guillou é indiscutivelmente o autor sueco que mais livros vendeu no mundo. Só em seu país são mais de 15 milhões de exemplares, sendo traduzido para mais de vinte idiomas. Ele é também o jornalista investigativo mais respeitado da Suécia, fato que auxiliou na criação da série de sucesso Os Desafios de Hamilton. Terror é seu segundo livro de suspense da série publicado pela Bertrand Brasil.
Após 13 anos de exílio na Rússia, o vice-almirante Carl Hamilton está de volta à Suécia para o julgamento em que é acusado de assassinato. Ao ser inocentado, acontece, porém, uma tragédia: a filha de seus amigos Pierre e Eva Tanguy, a pequena Nathalie, de 5 anos, é raptada. A partir daí, tem início uma caçada impiedosa à identidade do sequestrador. Quando fica claro quem cometeu o crime, Hamilton, Pierre e um grupo de legionários tentarão fazer um resgate heroico.
Além da famosa série As Cruzadas, publicamos, da mesma série de Terror, o thriller Madame Terror.

Do povo para o povo –Roger osborne
Do povo para o povo, de Roger Osborne, apresenta sob um novo olhar a história da democracia. Para isso, prova que os sistemas são sempre um reflexo da cultura e da história locais em que nascem e surgem por meio de oportunidades passageiras. Explica como o passado e as diferentes democracias se combinam para formar o presente. A narrativa começa na Grécia Antiga e estende-se até a Primavera Árabe.
A maioria dos livros sobre o assunto se concentra na teoria e na análise políticas, numa vã tentativa de definir esse tipo de governo. Do povo para o povo usa uma abordagem diversa, levando em conta as histórias das diferentes democracias dos últimos dois mil e quinhentos anos. De Atenas à Grécia, de Jamestown a Nova Délhi, de Putney a Pretória.
Quando brinco com a minha gata, como sei que ela não está brincando comigo? – Saul Frampton
Em Quando brinco com a minha gata, como sei que ela não está brincando comigo?, Saul Frampton oferece a celebração de um escritor da Renascença que talvez seja o mais alegre — e, ainda assim, profundo — daquela época. Os ensaios de Montaigne são a primeira representação sustentada da consciência humana na literatura ocidental. Ele influenciou nada menos que Shakespeare, e seus pensamentos, ainda hoje, oferecem um guia e uma compreensão inigualáveis sobre as questões simples da vida.

Lolly Willowes –  Sylvia Townsend Warner

Publicado em 1926, mas ainda inédito no Brasil, Lolly Willowes é o primeiro romance de uma das mais injustiçadas escritoras de todos os tempos: Sylvia Townsend Warner. Com uma escrita afiada e polêmica, ela foi uma das primeiras feministas a trazerem à tona temas sensíveis, muitos deles explorados por Virginia Woolf décadas depois.
A perda do pai marcou para sempre a vida de Lolly Willowes. É por isso que, ainda criança, ela decide morar com o irmão, onde cuida dos sobrinhos e ajuda a cunhada nas tarefas domésticas. Durante vinte anos, Lolly se anula, resumindo-se a uma tia amada pela família. Solteirona com apenas vinte e oito anos, ela decide abandonar a Londres urbana e se mudar para a vila rural Great Mop, onde florescerá emocional e espiritualmente. No entanto, tudo se complica após a visita de um gato que a jovem tem certeza de que foi enviado pelas forças das trevas, pelo próprio demônio.

Casa de verão – Marcia willett
Matt sempre sentiu que faltava algo em sua vida. Em uma caixinha marchetada, sua mãe guardou lembranças da infância do filho. Entre elas, várias fotos de quando ele era menino. Mas há algo que o intriga naquelas fotos. Seria mesmo ele ali? Por que ele não se lembra daquelas roupas? Dos brinquedos? E mais: por que sua irmã, Imogen, não aparece nas fotografias?
Autora de treze romances, incluindo A hora das crianças, sua estreia no país pela Bertrand Brasil, e A gaiola.
“Como Rosamunde Pilcher e Maeve Binchy, Marcia Willett constrói personagens tão fortes e reais que o leitor sente que eles podem lhe telefonar ou mandar um e-mail.” (Rocky Mountain News)

Amor – Isabel Allende

O novo livro de Isabel Allende, Amor, é uma antologia que reúne as melhores cenas de amor dos seus romances e contos, selecionadas pela própria autora. A ideia inicial partiu de seu editor e Allende logo ficou entusiasmada com o projeto. Para alguns trechos, inspirou-se nas próprias experiências amorosas ou nas de conhecidos.
Se existe alguém capaz de descrever com maestria, humor e personalidade a natureza caprichosa do amor, esse alguém é Isabel Allende.

4 comentários:

  1. Olá, Pah! Tudo bem?
    De todos os lançamentos, o que mais me chamou atenção foi o livro "Casa de verão". :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim tb, fora o livro da Nora, nem pela historia em sim, mas pq a autora é otmia

      Excluir
  2. Só fiquei interessada em ler Casa de Verão :3

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb, a sinopse é bem interessante. Tb gostei do livro da Nora

      Excluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...