domingo, 28 de julho de 2013

Harry Potter E A Pedra Filosofal (J. K. Rowling)

Harry Potter é um garoto cujos pais, feiticeiros, foram assassinados por um poderosíssimo bruxo quando ele ainda era um bebê. Ele foi levado, então, para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural. Pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo.
No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais. O menino de olhos verde, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais. A fábula, recheada de fantasmas, paredes que falam, caldeirões, sapos, unicórnios, dragões e gigantes, não é, entretanto, apenas um passatempo.
Harry Potter conduz a discussões metafísicas, aborda o eterno confronto entre o bem e o mal, evidencia algumas mazelas da sociedade, como o preconceito, a divisão de classes através do dinheiro e do berço, a inveja, o egoísmo, a competitividade exacerbada, a busca pelo ideal - a necessidade de aprender, nem que seja à força, que a vida é feita de derrotas e vitórias e que isso é importante para a formação básica de um adulto.


A primeira vez que li esse livro foi há MUITO tempo atrás praticamente quando foi lançado aqui no Brasil e sinceramente, não gostei muito livro não, achei enfadonho e muito detalhista, isso vindo de uma pessoa que gosta de uma pessoa que ADORA Anne Rice e Tolkien, ambos que quando começam a descrever uma cena não param tão cedo, pode ser que naquele momento quando li o livro, não estivesse com o humor para esse tipo de leitura, na verdade não estava mesmo e só porque insistiram e muito para que eu lesse o livro, li achei legalzinho, li o segundo achei mais ou menos, agora quando cheguei no terceiro é que ADOREI o livro, na MINHA opinião a escrita da autora melhora e muito após o terceiro livro da série.

O fato é que o livro é bom sim, mas a primeira vez que li, não estava no momento certo, nessa releitura, pude aproveitar muito mais a obra da autora, e entender o porque de tanto detalhismo, convenhamos é uma série, o livro de estréia e apresenta um novo mundo por assim dizer, sendo assim faz muito mais sentido que autora busque explicar as coisas bem mais do que faria normalmente.

Livro: HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL
Autor: J. K. Rowling
ISBN:85-325-1101-5
Páginas:224
Formato : 14 X 21

Esse livro faz parte das leituras para o DESAFIO UM LIVRO POR MÊS, TODOS OS MESES DO ANO de 2013, no qual no mês de JULHO deveria ser lido um livro de Fantasia.


Esse livro faz parte das leituras para o DESAFIO REALMENTE DESAFIANTE de 2013, referente ao desafio número 16 no qual deveria re-ler um livro que leu há muito tempo e nunca resenhou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...