terça-feira, 31 de março de 2015

Animate Me: Amor Criativo (Ruth Clampett) #Resenha

O livro é narrado por um nerd – Nathan, um rapaz de 20 e poucos anos, tímido, talentoso, fã de quadrinhos e que nutre uma paixão secreta por sua colega de trabalho, a executiva Brooke, de 30 anos.Sem esperanças de que um dia a garota poderia sequer notá-lo, Nathan começa a escrever uma história em quadrinhos com sua versão do mundo a partir do seu amor por ela. O que ele não esperava era que um projeto em comum os unisse. A partir de um encontro inesperado numa loja de acessórios para computadores, Nathan passa a levar café para Brooke todas as manhãs em seu escritório, mas um detalhe pra lá de sedutor marca o ritual: em cada copo ele desenha uma ilustração, e cada imagem é uma espécie de sinal que apenas eles conhecem.Depois de saber que Nathan está apaixonado por uma colega de trabalho, Brooke passa a ajudá-lo a tornar-se um conquistador, porém, mal sabe ela que a tal colega é ela mesma. Depois de algumas “aulas” recheadas de muito erotismo, o casal mergulha num tórrido romance. O único problema é que Brooke é uma mulher comprometida, e com ninguém mais ninguém menos que com o presidente da empresa em que eles trabalham.

Antes de começar a falar sobre o livro, vamos a um pequeno aviso sobre ele:
Conteúdo não recomendado para menores de 18 anos

Ambientado (em grande parte) na Republica do Rabisco, uma empresa de animação, Animate Me conta a história de Nathan um nerd “certinho” que passa boa parte do tempo pensando e fantasiando sobre uma colega de trabalho que até então não faz ideia de sua existência, de certa forma ela pensa tanto sobre ela que já se tornou uma obcessão (palavras dele, não minhas). Ele nunca foi o garoto popular, ou o mais bonito ou o que tinha mais amigos, mas fazia parte do grupo de geeks talentosos e com bastante potencial para os desenhos.

“Minha primeira impressão foi que Brooke era a garota mais legal que eu conhecia, não somente na empresa aqui em Los Angeles, mas a mais legal do mundo. E de repente essa paixão começou a dominar minha vida. Eu a procurei no Google e no facebook. Todos os meses eu ficava extasiado depois da apresentação dela na reunião da empresa. Cheguei ao cúmulo de procurar imagens de satélite da casa dela, na esperança de encontrá-la deitada numa espreguiçadeira no quintal tomando sol” p. 18.

Infelizmente, Brooke namora o Arnauld, um dos executivos do estúdio, além de um grande idiota que faz da vida de todos num inferno, mas que mesmo assim acha que é amado por todo mundo. Ela por outro lado, é simpática, animada e extremamente sociável, o tipo de pessoa que não julga as pessoas logo de cara.

Em um belo dia, Nathan está cobrindo o turno de um amigo em uma loja, e a cliente na loja é nada mais, nada menos que Brooke que busca a sua ajuda para encontrar algo para seu computador a descrição do produto não é das melhores, mas ao menos possibilita que Nathan, finalmente, se apresente. No dia seguinte a insegurança retorna com força, mas contrário a sua natureza mais retraída, ele cria coragem e vai falar com ela na empresa onde ambos trabalham.

“Entrei no radar dela agora e, de repente, conquistar seu coração já não parece ser aquela tarefa tão impossível. Agora minhas chances são as mesmas das pessoas que ganham na loteria, e isso acontece o tempo todo certo?” p. 14.

A capa retrata parte do que os leitores poderão encontrar em seu interior, Nathan usa seu talento para os desenhos para encantar Brooke, como? Ele faz desenhos MUITO fofos em copos do café da Starbucks e a presenteia praticamente todos os dias. Aos poucos ela passa a prestar mais atenção nele e a refletir sobre seus sentimentos sobre Arnauld e Nathan e a diferença entre o relacionamento com ambos.

Aos poucos o relacionamento entre eles vai crescendo, e podemos conhecer mais dos personagens, que a propósito, são bem trabalhados e desenvolvidos, dando um ar inovador ao livro, melhor dizendo, o livro possui um lado hot e romântico, porém a autora conseguiu inovar ao trazer um ambiente novo com personagens diferentes daqueles que temos visto ultimamente.

Além disso, o livro faz referencia ao mundo dos desenhos (a autora é filha de Bob Clampett, uma famoso animador da Warner Bros. e provavelmente você já deve ter assistido a uma de suas animações) e por isso deve agradar ao publico feminino e masculino, mas novamente ressalto que o livro não é indicado para todas as idades.

Meu único porém é que infelizmente a capa não possui orelhas e por isso ela é um pouco mais sensível que o normal, fora isso a editora fez um trabalho esplêndido na edição, as letras estão em bom tamanho e os desenhos dão um charme a mais ao livro.

Livro: Animate Me - Amor Criativo
Autora: Ruth Clampett
ISBN-13: 9788564013933
ISBN-10: 8564013932
Ano: 2014

Páginas: 400

9 comentários:

  1. Só o fato dele desenhar quadrinhos me encantou demais, estou apaixonada preciso ler esse livro!
    http://papo-da-viana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que livro diferente! Eu havia visto alguma coisa sobre ele no Facebook mas não tinha chamado minha atenção. Lendo sua resenha agora, fiquei morrendo de vontade de ler.
    Até porque, apesar de ter conteúdo erótico, parece fugir daquele clichê que 50 tons de cinza criou.
    Muito bacana!

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  3. Paty agora fiquei curiosa com esse livro, gostei do fato de ele ser mais novo que ela, isso não costuma acontecer com frequência e agora fiquei curiosa com os desenhos rs. Bjss

    Daniele - Blog Vintecinco Devaneios

    ResponderExcluir
  4. Olá Pah!
    Desde que vi a capa desse livro fiquei encantada.
    Só que eu pensava que era uma coisa mais juvenil, só que fiquei sabendo por outras amigas que é um pouco mais adulto e isso me deixou com mais vontade de ler o livro.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Pah,
    Gostei de sua resenha e o livro parece ser bem fofinho de uma leitura leve, porém não entendi o motivo de ele ser "para maiores de 18". Quem sabe eu chegue a lê-lo futuramente.
    Abraços
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro não é recomendado para menores de 18, pois contém cenas improprias para menores de idade segundo a classificação indicativa... ou seja, cenas de sexo
      Abs

      Excluir
  6. Oi, flor!
    Eu gostei da sua resenha, mas confesso que não entendi muito bem o que o livro tem de mais. :/ É apenas a história de um rapaz que se aproxima do seu "objeto de afeto" por meio do seu dom artístico? E não tem algo a mais, que faça o leitor vibrar ou se prender ao enredo? Sei lá… me pareceu um tanto fraquinho. Só entretenimento. Me decepcionei um pouco, porque esse livro está entre os que desejo ler desde que li sua sinopse. Agora, estou hesitante.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, me interessei pela sinopse, mas pela sua resenha a história me pareceu fraquinha. Mas como tem um nerd na jogada, vou colocá-lo na minha lista de desejados e espero adquiri-lo em breve.

    Ótima resenha.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olha gostei do livro e com certeza a historia parece ser muito boa, só do fato da autora ter saído da mesmice dos livros hots com o tipico "deus grego" e colocou no lugar um nerd que me parecu muito fofo, já despertou o meu interesse. ;)

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...