terça-feira, 25 de agosto de 2015

Prince of Thorns (Mark Lawrence) #Resenha

Primeiro volume da Trilogia O Príncipe dos Espinhos

Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de o seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família, nem tampouco fugir do horror. Jogado à sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma. O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram.


Aos 10 anos de idade, o príncipe Honório Jorg Ancrath perdeu a ingenuidade típica das crianças. Ele testemunhou o trágico e brutal assassinato de seu irmão caçula William e de sua mãe. Durante o assassinato ele ficou preso em um arbusto de roseira-brava, onde os espinhos lhe rasgavam a carne e matavam sua alma, por não poder fazer nada para salvar os dois que tanto amava. Sua carcaça sobreviveu por um milagre, pois ninguém acreditava que ele conseguiria. Sofreu durante dias por conta do veneno que lhe comia o corpo e da febre alta que lhe subjugava as parcas forças que ainda tinha. Seus sentimentos estavam mortos naquela estrada junto aos espinhos.

O pior de tudo isso foi ver seu pai sem nenhuma intenção de cobrar justiça pela morte da esposa. Cheio de um ódio mortal dentro de si Jorg resolveu ele mesmo vingar as mortes. Para isso, acabou soltando do calabouço do castelo homens que estavam prestes a serem mortos por ordem do Rei, seu próprio pai. Estes homens eram todos criminosos assassinos, sem nenhum tipo de escrúpulos. Ele não só os soltou como fugiu junto com eles, sob a proteção de Nubano, o homem que ele salvara da tortura.



Ele logo viu que para sobreviver precisava ser mais do que respeitado, ele precisava ser temido! E ali, na estrada, junto com vários assassinos, ele, aos 10 anos, começou a aprender como canalizar o ódio que sentia dentro de si, e deu início a sua terrível fama.

Agora quase 4 anos depois, prestes a completar 15 anos, sem ainda ter matado o Conde Renar, o homem que deu a ordem de matar sua mãe e irmão, Jorg decidiu que era hora de voltar para o castelo e reivindicar o que era seu por direito. Ele não ia facilitar a vida de seu pai e muito menos dar de mão beijada seu trono para o filho que seu pai teria como a nova rainha que ele colocou no lugar de sua mãe.

Jorg e seus irmãos de estrada (os assassinos que o seguiam), assim como Markin, o antigo Chefe da Guarda do Rei, que fora enviado anos antes para encontrar Jorg e trazê-lo de volta, chegaram ao castelo. Jorg e Markin logo perceberam que coisas sombrias estavam sendo escondidas ali.



Jorg descobriu que não poderia confiar em seu próprio pai. A confiança que é tão duramente conquistada, ele só poderia dar a duas pessoas, Markin e Nabuco. E foi com eles e com o resto do grupo que Jorg partiu para o que poderia ser o fim de todos, ou o inicio de seu reinado.
Agora não era apenas o Conde Renar que conheceria a morte, e se Jorg jurara ser um rei aos 15 anos, sua nova promessa agora era ser imperador aos 20 anos. O caminho? O que ele já conhecia, morte e sangue.

O enredo é incrível. Eu não sei como, mas me peguei torcendo por um adolescente que tinha prazer em matar, e matava tão bem e friamente que era difícil acreditar que ele era tão novo. A história se passa meio que na era medieval e meio que nos tempos atuais. Jorg cresceu na estrada em meio a assassinos, e tornou-se frio e letal como poucos sonhariam em ser. Ele tinha dentro de si um mal e um ódio tão profundo que mesmo as sombras o temiam.

Com muita violência e diálogos bem feitos, mergulhamos em uma jornada regada a sangue, magia e muita violência. Jorg poderia ser chamado de o próprio demônio, mas sei que ainda há dentro dele algo de bom, que sobreviveu a trágica morte de sua mãe e irmão. Não que isso fique tão em evidência, mas é sutilmente mostrado e que promete melhorar ainda mais a continuação da trilogia.
Se olharmos a relação dele com Markin e Nabuco com mais atenção, perceberemos nuances que ele insiste em manter escondido, pois em seu coração não há muito espaço para bons sentimentos. Ainda assim, é difícil alguém que não o entenda e torça por ele.

A parte gráfica está linda, sinistra como o livro e ainda assim perfeita. Os capítulos são divididos por páginas pretas e o símbolo de uma coroa de espinhos. Podemos encontrar no início e no final do livro, algumas páginas vermelhas, o que dão mais um toque especial ao livro. Com certeza é uma trilogia que recomendo.

Vou deixar aqui para vocês o Book Trailer do livro para vocês já irem entrando no clima:


Livro: Prince of Thorns
Trilogia dos Espinhos – volume 01
Autor: Mark Lawrence
Editora: DarkSide® Books
ISBN-13: 9788566636116
ISBN-10: 8566636112
Ano: 2013
Páginas: 360


*Resenha feita pela Rose do Fabrica de Convites para o Lendo e Escrevendo

8 comentários:

  1. bem, a história até me deixou curiosa, principalmente pela questão de mesclar algo atual com o antigo, mas por ser uma trilogia, me desanimei... ando evitando trilogias/série, pois tenho muitas na fila...

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho muuuita vontade de ler esse livro, acho a história super interessante, estou louca para lê-lo. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir
  3. É um livro maravilhoso
    meu irmão tem, é uma leitura intensa

    Linda Tarde!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
  4. Adorei a história.
    Já quero ler essa trilogia.
    Eu nem li o livro e assim como você já estou torcendo pelo adolescente assassino.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  5. OIe, tudo bem?!
    Sua resenha ate que me deixou animada, principalmente porque tem um adolescente assassino e frio *_*
    Vou dar uma chance pra ele assim que puder!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  6. Se este livro me prender do jeito que a sua resenha me prendeu, preciso dele logo na minha estante. Serio, fiquei tão absorta do tipo "Cadê este livro na minha vida". Gostei bastante deste post.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  7. Oi, Meninas...
    Achei esse livro lindo, mas ainda não me animei em ler!
    Acho que com tanta coisa na estante, preciso ficar enlouquecida por um livro para valer a pena! kkkkk
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  8. Oii!

    Não conhecia o livro, mas estou babando por ele! A capa é maravilhosa e a sinopse é muito boa ^^ A sua resenha está muito boa e me fez querer ler mais ainda esse livro :)

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...