loja Lendo e Escrevendo: Redoma (Meg Wolitzer) #Resenha

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Redoma (Meg Wolitzer) #Resenha

Se a vida fosse justa, Jam Gallahue estaria vivendo sua vida tranquila em Nova Jersey, assistindo a séries de comédia e abraçando seu namorado, Reeve Maxfield. Ela não estaria infeliz e sem vontade de se levantar da cama, nem estaria em um internato para adolescentes “emocionalmente frágeis”, com uma colega de quarto esquisita. (...) A mudança de escola parece a única possibilidade de recuperação para a garota, que passou quase um ano mergulhada em tristeza. No entanto, ela odeia a nova rotina e decide levar tudo com o menor esforço possível. Por isso, Jam fica bastante surpresa quando descobre que foi selecionada para a exclusiva e lendária aula de “Tópicos Especiais em Inglês”, da misteriosa Sra. Quenell.A turma tem mais quatro estudantes, todos com histórico de traumas ainda piores que os de Jam. Mesmo assim, a professora parece não se importar com a fragilidade de seus alunos quando escolhe o livro que trabalhará durante o semestre: A redoma de vidro, de Sylvia Plath. O romance, que narra a série de eventos que levariam a estudante Esther Greenwood a um colapso nervoso, parece a opção mais improvável, e talvez inadequada, para adolescentes que ainda estão superando experiências difíceis. (...) Repleto de referências ao clássico de Sylvia Plath, Redoma é um romance sobre o primeiro amor, o sofrimento profundo, o amadurecimento e os problemas de aceitação na adolescência. É também uma história sobre como a amizade pode ajudar a superar os piores traumas da vida.

Como começar a falar de um dos melhores livros que li durante o ano? Como dizem o melhor fica para o final, e Redoma é sem sombra de dúvidas o melhor livro lido em 2015.


Jam é uma adolescente normal, que leva a vida curtindo com as amigas e com o novo namorado, mas como a sinopse já diz, a vida nem sempre é justa e ela acaba sofrendo uma grande perda, o que a leva a um colapso nervoso e a uma depressão profunda que afasta a tudo e a todos ao seu redor, ela passa a negligenciar a família, mas como dar importância as coisas e as pessoas quando a dor da perda é tão grande que eclipsa tudo ao seu redor?

Sem saber mais o que fazer, os pais de Jam a matriculam em um internato para adolescentes emocionalmente frágeis, um local que encontramos adolescentes que enfrentam distúrbios alimentares, depressão, luto, ..., lá as aulas e a convivência com demais adolescentes em situações similares parecem ajudar os internos, mas Jam fará de tudo para que sua estadia seja a menor possível.

Escolhida a dedo para uma aula especial, extremamente concorrida e da qual os alunos não sabem muita coisa, Jam se vê junto de outros alunos que também sofreram grandes perdas e que enfrentam de forma diferente o processo de luto, seja pela perda de alguém próximo ou pela perda dos movimentos. O fato é que este grupo, cuja professora parece não se importar muito para a situação “frágil” dos alunos se une de tal forma, que ao final do ano letivo a vida de nenhum deles será igual novamente.

Por um motivo que jamais compreendi, eu era um dos cinco alunos selecionados para comparecerem a uma aula chamada Topicos especiais em inglês. O que aconteceu nessa aula é algo que nenhum de nós jamais conversou com outra pessoa. Mas é claro que pensamos nisso o tempo todo, e acho que continuaremos a pensar pelo resto de nossas vida”. p.10

Tópicos Especiais em Inglês, da misteriosa professora Sra. Quenell, irá trabalhar nada mais nada menos que Redoma de Vidro, onde Sylvia Plath relata sua experiência com a depressão, o livro não seria muito indicado para essa turma em especial, já que Sylvia acaba cometendo suicídio. Entretanto, a professora trabalha de tal forma em aula, que os alunos (e os leitores) começam a refletir sobre as perdas que sofreram e os sentimentos despertados por elas e consequentemente vamos descobrindo mais sobre os alunos desta turma e os motivos que os levaram para aquele internato.

Mudar pode ser crucial. Tudo está mudando o tempo todo. Suas células estão mudando neste exato minuto. A vista da janela é um pouco diferente do que era há alguns segundos”. p. 60.

Redoma é um livro espetacular, que mesmo que não se encaixe em seu estilo literário favorito deve ser lido e apreciado. É um livro reflexivo que levara o leitor a pensar nas perdas que já sofreu na vida (e por perdas não me refiro apenas a morte de alguém, mas também aquelas decisões que não deram muito certo e obtiveram consequências decepcionantes ou desastrosas). O livro mostra também que nem sempre devemos guardar os sentimentos apenas para nós mesmo, pois pode levar a uma sensação de sufocamento, e que às vezes, precisamos nos lembrar de pedir ajuda.

Ah! Eu dei uma editada na sinopse para não entregar muito da trama, por isso as artes com (...).

Livro: Redoma
Autora: Meg Wolitzer
ISBN-13: 9788525059567
ISBN-10: 8525059560

Páginas: 287

Um comentário:

  1. Nossa, Pat.
    Não tinha ouvido falar desse livro ainda, mas já quero!!!
    Adorei a sua resenha e obrigada por editar a sinopse! Rs...
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...