terça-feira, 8 de março de 2016

Dia internacional das Mulheres: Indicação de livros e filmes


O Dia Internacional da Mulher é associado ao dia 8 de março em consequência de uma manifestação das operárias do setor têxtil de Nova York ocorrida em 8 de março de 1857 ou 1908 - não há consenso na data exata, na qual as trabalhadoras ocuparam uma fábrica, em protesto contra as más condições de trabalho. Tal manifestação foi, segundo conta, reprimida com extrema violência, na versão mais conhecida dos fatos (também não há consenso sobre o que realmente aconteceu), elas foram trancadas no prédio, que posteriormente foi incendiado, causando a morte de aproximadamente 130 mulheres. Mas o tempo passou, mão de obra feminina passou a ser cada vez mais utilizada, seja em decorrência da Revolução Industrial ou das Guerras, em 1911 outro incêndio causou a morte de aproximadamente 146 trabalhadoras do setor têxtil também nos EUA, na Rússia começa uma onda de manifestações da operarias, também em busca de melhores condições de trabalho e segurança. Foram eventos como esse que culminaram em celebrações do dia da mulher, que caiu no esquecimento após os anos 20, foi apenas quando a ONU adotou a data, que o Dia Internacional da Mulher começou de fato a ser ‘celebrado’ ao redor do mundo, isso na década de 60. Texto Adaptado - Fonte

Mas verdade seja dita, ainda há muito caminho a percorrer para que TODOS e não apenas as mulheres tenham direitos a uma vida digna seja no ambiente de trabalho ou não.

Indicação de livros e filmes:

A Resposta - Kathryn Stockett
Uma história de otimismo ambientada no Mississippi em 1962, durante a gestação do movimento dos direitos civis nos EUA.
Eugenia Skeeter Phelan acabou de se graduar na faculdade e está ansiosa para tornar-se escritora, mas encontra a resistência da mãe, que quer vê-la casada. Porém, o único emprego que consegue é como colunista de dicas domésticas do jornal local. É assim que ela se aproxima de Aibellen, a empregada de uma de suas amigas. Em contanto com ela, Skeeter começa a se lembrar da negra que a criou e, aconselhada a escrever sobre o que a incomoda, tem uma ideia perigosa: escrever um livro em que empregadas domésticas negras relatam o seu relacionamento com patroas brancas.
Mesmo com receio de prováveis retaliações, ela consegue a ajuda de Aibileen, empregada que já ajudou a criar 17 crianças brancas, mas chora a perda do próprio filho, e Minny, cozinheira de mão cheia que, por não levar desaforo para casa, já esteve por diversas vezes desempregada após bater boca com suas patroas. Uma história emocionante e estarrecedora onde a cor da pele das pessoas determina toda a sua vida. Um livro que, devido ao seu tema, chegou a ser recusado por quase sessenta editoras antes de ser publicado.

A história ganhou adaptação para o cinema, no Brasil com o nome "Histórias Cruzadas". O filme foi indicado ao Oscar em 2012 na categoria melhor atriz, melhor atriz coadjuvante e melhor roteiro adaptado.


Menina de Ouro - Rubem Fonseca
"Estas histórias poderosas e emocionantes histórias baseadas na experiência do falecido treinador Jerry Boyd, que escreveu o livro sob o pseudônimo de F. X. Toole, foi a base para o filme estrelado por Hilary Swank e Morgan Freeman e dirigido por Clien Eastwood. Dando vida a personagens cativantes, que irradiam a furiosa intensidade dos mundos que habitam, Menina de Ouro não é apenas a melhor realização em termos de ficção sobre a luta - é simples ficção da melhor quantidade, ponto."



O Diário de Anne Frank - Anne Frank
O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seus diário narra os sentimentos, medos e pequenas alegrias de uma menina judia que, com sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto.
Lançado em 1947, O Diário de Anne Frank tronou-se um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Um livro tocante e importante que conta às novas gerações os horrores da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial.
Agora, seis décadas após ter sido escrito, este relato finalmente é publicado na íntegra, com um caderno de fotos e o resgate de trechos que permaneciam inéditos. Uma nova edição que aprofunda e aumenta nossa compreensão da vida e da personalidade dessa menina que se transformou em um dos grandes símbolos da luta contra a opressão e a injustiça. E consagra O Diário de Anne Frank como um dos livros de maior importância do século XX. Uma obra que deve ser lida por todos, para evitar que atrocidades parecidas voltem a acontecer neste mundo.

Se vocês preferirem algo voltado para a fantasia:

Prazeres Malditos – Laurell K. Hamilton

Anita Blake é uma típica garota urbana contemporânea: conhece tudo o que a sua cidade tem para oferecer, trabalha muitas vezes além do horário, se preocupa em pagar contas e ainda consegue enxergar o lado cômico - e muitas vezes irônico - das situações que vive. Só que a Anita ganha a vida de uma maneira peculiar: ela é caçadora de vampiros e ressuscitadora de mortos. Para ela, conviver com zumbis, homens-rato, vampiros, lobisomens e toda sorte de criatura extraordinária faz parte da rotina. Ela é a sensual protagonista de Prazeres Malditos, primeiro livro da norte-americana Laurell K. Hamilton, principal nome da literatura gótica e sobrenatural da atualidade.

As Brumas de Avalon - Marion Zimmer Bradley
A Senhora da Magia, A Grande Rainha, O Gamo-Rei e O Prisioneiro da Árvore são os quatro volumes que compõem As Brumas de Avalon - a grande obra de Marion Zimmer Bradley -, que reconta a lenda do rei Artur através da perspectiva de suas heroínas.
Guinevere se casou com Artur por determinação do pai, mas era apaixonada por Lancelote. Ela não conseguiu dar um filho e herdeiro para o marido, o que gera sérias conseqüências políticas para o reino de Camelot. Sua dedicação ao cristianismo acaba colocando Artur, e com ele toda a Bretanha, sob a influência dos padres cristãos, apesar de ser juramento de respeitar a velha religião de Avalon.
Além da mãe de Artur, Igraine e de Viviane, a Senhora do Lago que é a Grande Sacerdotisa de Avalon, uma outra mulher é fundamental na trama: Morgana, a irmã de Artur.
Ela é vibrante, ardente em seus amores e em suas fidelidades, e polariza a história com Guinevere, constituindo-se em a sua grande rival. Sendo uma sacerdotisa de Avalon, ela tem a Visão, o que a transforma em uma mulher atormentada.
Trata-se, acima de tudo, da história do conflito entre o cristianismo, representado por Guinevere, e da velha religião de Avalon, representada por Morgana.
Ao acompanhar a evolução da história de Guinevere e de Morgana, assim como dos numerosos personagens que as cercam, acompanhamos também o destino das terras que mais tarde seriam conhecidas com Grã-Bretanha.
As Brumas de Avalon evoca uma Bretanha que é ao mesmo tempo real e lendária - desde as suas desesperadas guerras pela sobrevivência contra a invasão saxônica até as tragédias que acompanham Artur até a sua morte e o fim da influência mítica por ele representada.
Igraine, Viviane, Guinevere e Morgana revelam através da história de suas vidas e sentimentos a lenda do rei Artur, como se ela fosse nova e original.

O Beijo das Sombras - Richelle Mead

Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade.
Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola.

Mas isso é só o começo. Em O Beijo das Sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...