quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

#TOP 4: Sessões de autógrafos e as coisas estranhas que podem acontecer

Nos últimos anos já tive minha cota de comparecimento em sessões de autógrafos, tanto de autores nacionais quanto de internacionais, e uma coisa que percebi é que sempre tem algumas coisas estranhas ou desagradáveis rondando esse tipo de evento, sério, você pensaria que nesse tipo de evento as pessoas são mais cultas, consequentemente mais educadas, mas percebi que conhecimento nem sempre leva à educação, por isso, vamos ao TOP de hoje sobre Sessões de autografos e as coisas estranhas que podem acontecer.

Distribuição de Senhas

Fila para as senhas da Jamie McGuire
Se tem uma coisa sobre a qual MUITA gente adora reclamar nesse tipo de evento é sobre a distribuição de senhas, exato, o evento ainda não aconteceu e já começam as reclamações. Sim, eu seu que muitas vezes pensamos no que é melhor para nós mesmos, mas nesse tipo de situação, temos que lembrar que muitas vezes não é culpa da editora e nem do autor (já vi gente indo reclamar com o autor sobre senhas), às vezes, é o local que determina a forma de distribuição de senhas, convenhamos, eles também precisam pensar nos demais clientes da loja/livraria.
Além disso, as editoras já tentaram TODOS os meios de distribuição, TODOS os horários, presencial ou virtual (bienal de SP esse ano), e em todos houve reclamações. No meu caso, o único que nunca me agradou foi os ligados à venda casada, compre o livro/leve o livro especifico para pegar a senha, MAS se for uma sessão para autógrafos de lançamento, até entendo, não gosto, mas entendo.
Fato mais estranho: Já vi gente pegando senha para sessão de autógrafos da Julia Quinn quando na verdade a pessoa queria ver o lançamento de Maze Runner, e sim ela foi avisada que não era aquela senha.


Organização de fila

Fila para o James Dashmer
O dia aguardado chegou, haja paciência e preparo físico para ficar na fila O DIA INTEIRO, não sei se vocês já repararam, mas geralmente as filas para os autógrafos de autores internacionais começa CEDO, geralmente o pessoal madruga na fila para pegar a senha e o autografo. Lembro que a primeira vez que participei de algo assim foi quando a autora de Belo Desastre veio ao Brasil, a sessão foi no Shopping Morumbi, e como nunca tinha ido em algo assim, decidi ir na parte da manhã para a sessão que só começaria às 16h, cheguei por volta das 8h30/9h, tinha umas 80 pessoas lá, acho que eu era a número 81 (não tenho certeza, mas estavam numerando as pessoas), o fato é que as primeiras pessoas chegaram no shopping por volta das 6h. Para a sessão de autógrafos da Cassandra Clare, o pessoal dormiu do lado de fora da bienal em 2014 (e teve gente que não conseguiu).

Além disso, tem sempre aquela pessoa que decide numerar as pessoas que estão na fila, a ideia é que você possa sair durante o dia, voltar só na hora dos autógrafos e ficar no lugar em você estava para as senhas, a ideia é boa? Sim, mas não funciona a menos que seja uma regra oficial do evento e a organização faça isso, não adianta de nada você colocar um numero que não foi autorizado pela editora/livraria, sendo que a organização já disse que irá respeitar a ordem da fila que existe no local, e não de pessoas que irão chegar aleatoriamente no horário dos autógrafos, acreditem sempre dá confusão.

Fato mais “estranho”: Já ia esquecendo, os fura-filas, honestamente eu já fiz isso vez ou outra, por isso minhas desculpas para os que chegaram antes e ficaram atrás de mim na fila. Acreditem ou não, mas já presenciei pessoas com dificuldades de locomoção passarem na frente nas filas de autógrafos, e não esse não é o problema, é direito deles, mas a pessoa em questão levar junto 10 amigos já é um pouquinho demais, e adivinha, mais confusão.

Fotos oficiais

Com a Kiera Cass em 2013
Com a Jamie em 2013
Muitas editoras ou até mesmo a livraria contratam fotógrafos oficiais para tirar a sua foto com o autor, o intuito (eu acho) é agilizar o processo, afinal sempre tem aquela pessoa que adora selfies e ficaria horas ali com o autor, mas sejamos realistas, isso pode ser bom ou ruim, e eles deveriam ser lembrados que os leitores querem uma foto que preste, eu tenho fotos de boca aberta conversando com a autora, olhando para a câmera errada (dois fotógrafos ao mesmo tempo causa problemas), com cabelo na cara (ainda estava me arrumando para a foto) - obviamente não vou colocar essas fotos aqui...

Fato mais estranho: Durante a sessão de autógrafos com a autora da série Garota do Calendário na bienal, o fotografo oficial foi embora BEM antes da sessão acabar, explicação? Nenhuma.


A hora do autógrafo

Imagine a cena, são 18h (a maioria das sessões começa nesse horário), você passou o dia inteiro em uma fila, afinal você chegou às 8, 9 ou 10h, muitas vezes ficou do lado de fora do shopping, ou seja, debaixo do sol, e por mais animado que você esteja, também já deve estar bem cansado. Finalmente a fila começa a andar, a empolgação aumenta e veja bem, tudo pode acontecer quando você finalmente fica frente a frente com o autor(a).

Algumas reações são mais comuns quando finalmente você fica cara a cara com o autor:

Congelamento: você esquece completamente tudo o que queria dizer e fica lá parado sorrindo (aconteceu na primeira sessão que fui);
Choro: a emoção é tanta, que o leitor começa a chorar (sim isso acontece bastante, basta dar uma olhadinha nas fotos oficiais dos eventos);
Eu te amo: o leitor se declara para o autor(a), que apenas sorri educadamente e agradece o carinho
Vamos ser amigos: esse geralmente é o momento que dura mais, especialmente se o autor falar português, e geralmente vai ser a pessoa que está na sua frente, que momento é esse? É aquele momento, em que a pessoa decide contar a vida INTEIRA dela para o autor, além de toda a trajetória de como conheceu os livros, o que achou dos personagens...
Eu lembro de você: Aquele momento em que o autor olha para a sua cara e solta: “você estava na minha sessão na livraria tal” (tomei um susto no dia em que aconteceu comigo)
E a famosa Conversa de elevador: Está gostando da cidade/país?

Fato mais estranho: Você já imaginou ficar horas na fila dos autógrafos e por alguma peça do destino e coisas além da explicação o autografo vir errado? Não acredita? Olhe as fotos.

Quando o autor não entende a letra e escreve errado
Quando você não vê que a livraria te vendeu um livro já com uma etiqueta com um nome que não é o seu. Obrigada Saraiva!

 E vocês, qual foi a coisa mais estranha que já presenciaram em uma sessão de autografos?

6 comentários:

  1. BERRO!! Acho que o pior é o nome errado, depois de horas na final.
    Acho que tenho um em que o T não parece bem um T, mas gosto de acreditar que o T da autora é daquele jeito. *vai que é mesmo. rsrsrs*
    Mas esses da foto aí, eu volto para casa chorando.
    Falando de coisa estranha. Quando a Jamie McGuire veio a Salvador eu tinha prova na faculdade, eu então resolvi pagar para fazer a segunda chamada e fui para o evento. Quando chegou minha vez, eu nem lembro como foi de tão rápido que foi. Tipo se vira nos 30. Me arrependi tanto de não ter ido fazer minha prova. rsrsrsrs
    Não vou dizer que nunca furei fila e que não farei de novo, pois devo fazer. Simplesmente pelo fato de que geralmente essas sessões sempre a fila se formam, como você disse, e MUITO antes do horário do evento. Já aconteceu de eu está no trabalho e uma amiga ligar dizendo que tem um monte de jovens lá, dizendo que faltaram o colégio para ir. Opa, por uma causa nobre, afinal estava trabalhando, então me senti no direto de furar a fila já que não poderia me dar ao luxo de dizer ao chefe que não ia por causa de uma sessão de autógrafos ou faltar e ter meu dia descontado do salário.
    Uma pessoa até deixo, mas se chegar mais gente aí já não controlo a boca e começo a reclamar.
    FOTOS - Eu odeia isso e fotografo oficial. A minha com Jamie e a segunda vez como Sylvia Day, a qualidade está pessoa ou posta como veio ou corta e perde qualidade. EU acho que eles colocam a câmera na configuração do menor formato possível para caber mais fotos no cartão e acaba que nós que ficamos lá horas na fila somos os penalizados.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  2. Kkkk meu Deus quanta treta acontece rsrs, infelismente ainda não tive a felicidade de ir em uma Bienal, mas bom saber o que acontece beijos

    ritinhaangrl.com.bt

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkkk quanta treta que acontece rsrs esse do autógrafo errado foi dose.
    Beijos

    Aritinhaangel.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ai... Pat!!
    Que post maravilhoso!!
    São tantas recordações! Me lembro dessa fila da Jamie, no Morumbi! A Carol guardou meu lugar na fila e fui vender bottons!! kkkkk
    Eu poderia ficar horas aqui relembrando os maiores micos de sessões de autógrafo, mas acho que você já está cansada de me ouvir falando dessas histórias!!! kkkkkkk
    Tem alguns fatos que eu acho bacana lembrar: quando o autor escreveu uma série com 10 livros e a editora impõe um limite de dois livros por pessoa, assim mais gente pode ganhar um autógrafo sem que a mão do autor caia de tanto assinar... Mas quem é que entende isso?!
    Fora que em qualquer lugar do mundo essas sessões são cobradas, mas aqui no Brasil, se a editora exige que a pessoa tenha o lançamento, então é taxada de mercenária!!
    Ah... Eu sei que falei que não ia ficar lembrando das histórias, mas tenho que comentar: E quando o leitor chega com o PDF pirata impresso e encadernado e entrega para o autor dizendo: sou super sua fã!! kkkkkkkkkk
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Adorei conhecer o que pode acontecer em uma sessão de autógrafos!! KKK
    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Descobri esse ano quando fui a bienal em uma cidade próxima da minha, no qual a Carina Rissi estava lá, o autografo era as 5 horas, e as senhas foram distribuídas dias antes do evento, e como não podia ir até o local, implorei pelo facebook do evento, que deixassem uma amiga minha fazer a gentileza de pegar, e graças a Deus deu certo. Enfim, fiquei lá até 9 da noite, o evento já tinha até acabado. Das Próximas vezes pretendo me organizar melhor, porém quando se vai pegar autografo você tem de estar disposto a ficar lá até a boa vontade de chegar sua hora, e ter muita paciência.

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...