loja Lendo e Escrevendo: Big Rock (Lauren Blakely) #Resenha

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Big Rock (Lauren Blakely) #Resenha

A maioria dos homens não entendem as mulheresSpencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.E não pense você que se trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”Quer dizer, a vida ERA assim.Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente - comprometedor... pelo menos durante esse processo.Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado... até agora.

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS

Spencer sempre foi o tipo de homem que atrai as mulheres, com sua bela aparência e charme ele sempre tem uma mulher ao seu lado, ou melhor, em sua cama e nunca, nem por um momento ou segundo que fosse passou por sua cabeça entrar em um relacionamento que exija comprometimento e exclusividade (principalmente porque ele não costuma repetir seus encontros), mas ao mesmo tempo ele tem um laço forte com sua família e faria tudo para que aqueles ao seu redor sejam felizes, talvez por isso ele se meta na maior enrascada de sua vida, bom, por isso e pelo hábito de falar sem pensar.

Depois de muitos anos o pai de Spencer decide que é o momento de deixar os negócios de lado e aproveitar a vida ao lado da mulher que ama (super fofo), o único problema é que o possível comprador é o patriarca de uma família conservadora, daquelas que zela aos bons princípios e costumes, ao mesmo tempo em que olha o próprio umbigo e não enxerga nada que esteja fora dos padrões estabelecidos (por ele), por isso, o pai de Spencer pede que o filho se comporte de maneira exemplar para agradar o possível comprador.

Os problemas começam quando o sr. Offerman (o comprador) começa a questionar a vida profissional e pessoal de Specer, o que o leva ao pequeno problema de falar demais e envolver os outros em suas trapalhadas.

Com apenas uma semana para agradar o Sr. Offerman, Spencer acaba dizendo que acabara de ficar noivo de sua melhor amiga e sócia, o que pode ser um grande problema, já que isso não passa da maior mentira que ele poderia inventar, fato agravado pela incapacidade de Charlotte (sua amiga) ser incapaz de guardar um segredo ou contar uma mentira, tem situação mais clichê em um livro de romance do que fingir um relacionamento só para enganar alguém? E não, eu não acho isso um problema, desde que o autor(a) saiba conduzir a trama de forma coerente e envolvente, afinal quem não gosta de um bom clichê bem escrito? Eu sei que eu gosto, e bastante, mas já falei demais sobre a trama do livro e vocês podem imaginar o que vai acontecer.

De modo geral, Big Rock é o tipo de livro que amamos ler, e embora sua classificação indicativa seja para maiores de 18 anos por conta de algumas cenas mais picantes, a autora consegue guiar o leitor por uma história leve, divertida e envolvente, onde cada personagem rouba a cena em um momento ou outro devido à sua perspicácia em lidar com a situação, ao mesmo tempo temos dois personagens principais que dominam o livro de uma forma única, especialmente porque o livro é todo narrado na perspectiva de Spencer, e para uma pessoa que está acostumada com narrativas femininas essa foi uma ótima mudança.



Livro: Big Rock
Autora: Lauren Blakely
Editora: Faro Editorial
ISBN-13: 9788562409943
ISBN-10: 8562409944
Ano: 2017

Páginas: 224

9 comentários:

  1. Oi, Pat.
    Eu adorei esse livro. Super gostosinho de ler!!
    E adorei a sua resenha!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camis!
      O livro é bem legal mesmo, ele é hot, mas ao mesmo tempo consegue manter um ar bem leve e gostoso de ler
      bjos

      Excluir
  2. Olá!
    Já havia visto a capa do livro em outros blogs, mas é a primeira vez que paro para ler uma resenha. E confesso que me interessei! Não costumo ler livros picantes, mas esse parece ter outros tópicos que me agradam.
    Ah, e adorei a resenha! Sua escrita é ótima :D

    Abraço,
    Lupi Literatus

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Eu não conhecia o livro, mas pelo pouco que você disse, não me interessei muito. O estilo do livro eu não curto.
    E sobre os clichês, concordo com você. Algumas vezes não acho ruim, desde que o autor saiba escrever ele.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Esses dias vi uma moça no ônibus lendo esse livro e ela estava tão imersa na leitura e parecia tão empolgada que me deixou com vontade de o ler também. Saber que a trama vai além do erótico e tem diversos momentos leves e divertidos me deixou ainda mais animada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá ♥
    Sou suspeita demais a falar por que foi um dos melhores livros que eu li esse ano. É um romance sensual não chega a ser hot. Amei por que a autora soube envolver bem o leitor de uma maneira magica. Spencer é um personagem e tanto, amei poder está na cabeça dele, já que sempre temos narrativas femininas. Muitas pessoas acharam meio clichê, mas o romance em sí é clichê, a jogada certa da autora foi a narrativa pelo ponto de vista masculino.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu já conhecia esse livro, mas nunca senti vontade de lê-lo. Até curto uma leitura mais picante, mas não vejo algo que diferencie esse livro de outros do gênero.
    Apesar disso, não descarto a possibilidade de ler a obra um dia.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Confesso que esse tipo de livro não me cativa muito.
    Apesar da sua boa indicação, a premissa não me é atrativa, sabe?
    Apesar de você deixar claro que as cenas eróticas não são em demasia (o que considero um ponto positivo), não consigo me interessar muito pelo enredo. Quem sabe no futuro...

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  8. Olá Paty,

    Não sou muito fã de livros desse gênero, mas a sua resenha ficou incrível! Mas achei interessante porque pelos menos essa saiu um pouco daquele estereótipo da narração feminina. Obrigada pela indicação.

    Parabéns pela resenha!!!
    Beijos http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...