sexta-feira, 15 de setembro de 2017

O Último dos Canalhas (Loretta Chase) #Resenha

O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

Romances de época geralmente apresentam mocinhas determinadas (seja para arrumarem um marido ou para defenderem seus ideais) e mocinhos não tão mocinhos assim, que por um motivo ou outro tem um lado sombrio que poderá impedir sua vida junto da mulher que ama (mesmo que ainda não tenham percebido), mas são as nuances, os acontecimentos e a narrativa da autora(o) que tornam cada romance de época diferente dos demais e, em O último dos canalhas encontrei um livro único e surpreendente.

Vere Mallory é considerado o último dos canalhas, ou melhor o último de sua linhagem - composta por muitos canalhas, que tem a infelicidade de herdar o titulo de duque após uma série de infortúnios familiares e perdas devastadoras, acontecimentos que os deixaram afastado da família que lhe restou e sem muita fé na humanidade, mas com uma propensão bem grande para bebidas e libertinagem que lhe renderam uma fama e tanto em Londres, fama esta que quase vai por agua abaixo em seu primeiro encontro com a jornalista Lydia Grenville.

Lydia Grenville é uma jornalista implacável que faz de tudo a seu alcance para ajudar quem precisa, mesmo que isso signifique se envolver em uma investigação sobre prostituição, roubos e assassinatos que podem deixar muita gente com problemas, especialmente no que diz respeito a sua própria vida, mas quem disse que ela se deixa abalar? Que nada, ela segue em frente com uma determinação impressionante e preocupante em alguns momentos, o que nos leva ao momento em que ela se encontra pela primeira vez com Vere.

Vere Mallory é o típico personagem masculino de romances de época: charmoso, misterioso, com um ego enorme e que não gosta de ser contrariado, imagine a reação dele ao ser derrubado em frente aos libertinos de Londres, por nada mais nada menos que uma mulher com metade de seu tamanho... a situação que leva a isso, bom tem relação com a investigação de Lydia e o temperamento explosivo dela, mas os detalhes vocês vão ter que conferir no livro ;)

É a partir desse encontro explosivo – em vários sentidos, que a trama realmente começa a se desenvolver, Vere fica intrigado, um pouco obcecado até, com Lydia e com a determinação que ela demonstra em tudo que realiza, ao mesmo tempo surge aos pouco uma admiração e preocupação com ela. Para Lydia, o duque representa tudo aquilo que ela deve evitar em um homem, mas acaba encontrando nele um grande aliado, e a forma com a autora dá continuidade aos acontecimentos do livro, prendendo todas as pontas soltas envolve o leitor do começo ao fim. Além disso, acabamos encontrando personagens já conhecidos de quem leu O Príncipe dos Canalhas, mas não se preocupem se você não leu o livro, pois irá entender perfeitamente esse aqui.

No geral O último dos canalhas é tudo aquilo que os leitores de romances de época procuram em um livro, mas que surpreende nos pequenos detalhes e envolve com uma escrita excelente por parte da autora.

Lembrando quem, ao contrário do que muitos acreditam, O último dos canalhas e O Príncipe dos Canalhas, não faz parte de uma série, e como estava na dúvida recorri ao site da autora, o que acontece é que com o tempo ela acabou reunindo livros da mesma temática em um grupo, chamado Scoundrels (Canalhas) ou Débauchés (titulo em francês que a autora prefere), segundo ela a intenção nunca foi fazer uma série com esses livros, e sim agrupar personagens que precisam passar por uma mudança por causa do amor, ou seja, os livros são praticamente independentes e podem ser lidos em qualquer ordem, mas se você for lê-los como uma série pode seguir a ordem adotada pela Editora Arqueiro sem nenhum problema, especialmente por seguir a ordem cronológica dos acontecimentos.

Título: the last hellion
Autora: Loretta Chase
ISBN: 9788580414752
Páginas: 304
Editora: Arqueiro


Resenha escrita por mim e postada originalmente no Memories of the Angel

7 comentários:

  1. Oi Pah tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse linda, não sou muito chegada em romances de época e quando me interesso é apenas em volume único. De certa forma, fico contente de ver como está fazendo sucesso esses livrinhos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Heiii, tudo bem?
    Sou louca pelas livros da Loretta Chase, e esse eu acho tão diferente a capa por ter um homem e nao uma dama como nos demais livros.
    Não sabia que nao fazia parte de uma serie, jurava que era o segundo dos Canalhas.
    Vou tentar ler depois mesmo.
    Amei a dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzzi, tudo bem?
      Como mencionei, muita gente considera os livros como uma série, mas a própria autora não considera isso, o que acontece, segundo o site da autora, é que por uma decisão da editora publicou os livros da primeira vez, eles acabaram juntando os livros que tinham a mesma temática e que ocorriam na mesma época, com isso surgiu o que muitos conhecem como a série dos canalhas.
      bjos

      Excluir
  3. Oi!
    Amo romances de época e sou doida pra ler os livros da Loretta Chase pois já li dezenas de resenhas positivas e elogiosas. Fiquei contente em saber que os livros não formam realmente uma série e que podem ser lidos de forma independente, pois confesso que esse livro me atraiu mais do que o anterior.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oiee!
    Não conhecia esse livro, mas já tava achando qe era parte do Príncipe dos Canalhas haha ainda bem que você explicou.
    Gostei da sinopse da história, então vai pra minha listinha ><
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Sempre achei que fosse oficialmente uma série, achei legal essa informação de que não foi a intenção da autora. Mas mesmo com todos os elogios que já vi a respeito, não tenho vontade de ler. Romances de época não me atraem muito, elegi a Julia Quinn pra ler de vez em quando se tiver vontade de ler algo do gênero, mas não são histórias que me atraem a ponto de querer conhecer várias autoras. Mas que bom que curtiu tanto!

    ResponderExcluir
  6. Sempre achei que fosse oficialmente uma série, achei legal essa informação de que não foi a intenção de autora. Mas mesmo com todos os elogios que já vi a respeito, não tenho vontade de ler. Romances de época não me atraem muito, elegi a Julia Quinn pra ler de vez em quando se tiver vontade de ler algo do gênero, mas não são histórias que me atraem a ponto de querer conhecer várias autoras. Mas que bom que curtiu tanto!

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...