loja Lendo e Escrevendo: Contra Todas as Probabilidades do Amor (Rebekah Crane) #Resenha

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Contra Todas as Probabilidades do Amor (Rebekah Crane) #Resenha


Quando você tem esperanças... Ainda pode mudar tudo.

Sejam bem-vindos ao acampamento Pádua. Um retiro de verão para adolescentes problemáticos. Mas não se tratam de problemas comuns, como não querer estudar, mentir ou colar na prova. Não! Estamos falando de problemas reais. Alguns deles tão grandes, tão sérios, que até um adulto desmoronaria sob o peso deles. No acampamento, Zander, uma garota enviada pelos pais contra a sua vontade, encontra uma série de adolescentes na mesma situação, e com três deles ela estabelece uma relação de amizade — Grover, Alex e Cassie. Todos os quatro são tão diferentes quanto as pessoas podem ser, mas têm algo em comum — eles estão quebrados por dentro. Em meio às sessões de grupo e, à medida em que o verão dá as caras, os quatro revelam seus trágicos segredos. Zander encontra-se atraída pelos encantos de Grover, e então começa a se perguntar, depois de muito tempo, se pode apostar em ser feliz novamente.Mas, antes, ela precisa lidar abertamente com seus problemas, para poder juntar seus pedaços e reconstruir sua vida.Você pode pensar que se trata de uma história triste. E há partes duras sim, mas, Rebekah Crane consegue mostrar como na dificuldade podemos encontrar uma saída. Isso é uma das coisas que faz o livro completamente encantador, divertido e doce, capaz de deixar em você um grande sorriso no rosto.


Contra Todas as Probabilidades do Amor nos apresenta ao acampamento Pádua, um lugar para que jovens problemáticos apreendam a aceitarem quem são levando-os a um novo nível de desenvolvimento e bem-estar que talvez não atingissem sem ajuda e apoio, mas não se enganem pelo estereótipo de jovem problemático, pois o acampamento Pádua recebe jovens que sofrem de depressão, anorexia, bulimia e vários outros distúrbios que afetam e muito a vida de quem sofre por causa de algum desses problemas.

O livro começa no primeiro dia de Zander no acampamento e mostra aos leitores sua dificuldade em entender o motivo de estar ali, pois para Zander ela não é louca e não possui nenhum tipo de problema que a façam permanecer naquele local, e num primeiro momento o leitor, assim como Zander pode não entender muito bem porque ela está ali.

“Eu caminho entre a multidão de campistas separados em grupos, tentando achar um lugar onde eu possa ficar sozinha e longe de todo mundo. Provavelmente não é isso que meus pais querem para mim nesse verão – que eu me isole -, mas acontece que eles nunca me perguntaram o que eu realmente queria. Se tivessem me perguntado, tudo isso poderia ter sido evitado.” p. 31

Entretanto, conforme as páginas vão passando e os demais personagens são apresentados começamos a compreender melhor o funcionamento do acampamento, bem como os diversos jovens que compõe o grupo de campistas desse ano, começamos a acompanhar Zander a estabelecer laços com sua colega de quarto Cassie que sofre de anorexia e abusa de remédios para emagrecer, o começo de um relacionamento diferente, estranho e ao mesmo tempo reconfortante com Glover (que tem um pezinho na esquizofrenia – e que tem uma importância crucial nesse livro). Percebemos que aos poucos são esses laços, esses relacionamentos que ajudam a cada um deles a aceitar um pouco de quem realmente são, são essas interações que levam os personagens e os leitores a perceberem que sozinhos podemos não chegar muito longe.

“É mais fácil encontrarmos a nós mesmos quando outra pessoa nos ajuda nessa busca.”

Eu poderia falar inúmeras coisas sobre a trama e sobre como esse livro é essencial e deve ser lido por diversas faixas etárias, sobre como ele deve ser visto além do proposito de entretenimento no qual muitos livros acabam caindo, ou até mesmo sobre a escrita da autora que é encantadora, mas o que eu gostaria de falar mesmo é que todos esses fatores juntos fazem com que leitor vivencie diferentes sensações e sentimentos durante a leitura.

Contra Todas as Probabilidades do Amor retrata de forma factível diferentes tipos de transtornos que se manifestam, em sua maioria, durante a adolescência, mostrando que diferentes acontecimentos podem desencadear comportamentos e desordens emocionais que afetam muito aquele que sofre por determinado problema, bem como aqueles ao seu redor que podem não saber como lidar com a pessoa que está enfrentando aquele problema.

Além disso, esse livro de Rebekah Crane vai muito além de um simples livro para o publico jovem, ele deve ser lido e visto como algo muito mais profundo, pois ao mesmo tempo em que fornece uma leitura prazerosa ela alerta o leitor para os sinais e consequências de alguns problemas muito sérios que precisam sim ser debatidos como forma de prevenção e detecção dos males que assolam o mundo moderno, bem como evidencia a importância da aceitação de si mesmo e de ajuda quando necessária.

Honestamente, eu poderia ficar horas escrevendo sobre esse livro, sobre como ele é importante e muito bem trabalhado, mas prefiro dizer que vocês devem, DEVEM mesmo ler esse livro, tirem suas próprias conclusões, reflitam sobre o que leram e fiquem alertas para os sinais emitidos por outras pessoas, mantenham a mente aberta e percebam que por mais que algo pareça simples e facialmente resolvido por você, pode ser o fundo do poço para outra pessoa que não consegue enxergar uma saída... enfim, leiam o livro!

Livro: Contra Todas as Probabilidades do Amor
Quando você tem esperanças... Ainda pode mudar tudo.
Autora: Rebekah Crane
Editora: Faro Editorial
ISBN-13: 9788595810105
ISBN-10: 8595810109
Ano: 2018
Páginas: 240



10 comentários:

  1. Eu não curto muito com adolescentes, normalmente acabo pegando certa birra, mas desde que li a sinopse desse livro estou intrigada. É a primeira resenha que eu leio e confesso q me deixou bem curiosa. Não sei se acabaria me envolvendo tanto com a trama, mas espero poder ler em breve.

    Raíssa Raíssa

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pat.
    Terminei de ler esse livro ontem e estou me preparando para escrever minha resenha!
    Tem tanta coisa para falar sobre esse livro, que vai dar trabalho!! Rs...
    Sei exatamente como você se sentiu com essa leitura!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Mais um pra lista... parece interessante. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Interessante a ideia do livro, de juntar diversos problemas que afligem a humanidade e mostrar que a força para mudar está dentro de nós mesmos. Vou colocar na lista de conferir depois.

    bjss

    ResponderExcluir
  5. Oie! Tudo bem?

    Estou com esse livro aqui em casa e estou louca para realizar a leitura dele, com certeza irei me emocionar e muito no decorrer da leitura, eu dificilmente leio livros com temas como o deste, mas esse resolvi dar uma chance *--*

    Bjss, vem participar do sorteio no Instagram, valendo um monte de marcadores de páginas! https://www.instagram.com/p/BfjKzWxhfny/?taken-by=resenhasteen

    ResponderExcluir
  6. Sua resenha ficou incrível e seu entusiasmo é contagiante, mas mesmo assim, não seria uma leitura que eu faria, mas talvez uma que eu pudesse indicar para alguns adolescentes que me cercam.
    Vou anotar a dica. É sempre bom estar antenada com esse tipo de literatura hoje em dia... criar jovens leitores com coisa boa pra ler, enfim...

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Pat!!!
    Vou começar dizendo que essa capa me conquistou desde o começo, e só pela beleza dela eu já queria o livro, sim eu compro por capa kkkkkk, a sua resenha é a primeira que leio, e saber que o livro passa reflexões poderosas sobre a vida e o já me arrebatou de vez!! Amei a resenha e com certeza vou incluir na lista.

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Gosto de romances e acho os de adolescentes bem legais. Não tenho lido muito este tipo ultimamente. Mas com certeza anotei a dica. Não conhecia o livro e gostei da história.

    ResponderExcluir
  9. Oiii tudo bem??

    Pois é, estou com ele aqui pra ser lido, e não vou empurrar muito para realizar o mesmo, adorei saber que é muito mais que um romance, um casal e etc.
    E que não é só um livros de transtornos, mas sim um livro bem construido, estou ansiosa para ler, mas primeiro tenho que terminar o Homem de lata.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  10. Oi Pah!

    Eu não conhecia este livro e mesmo gostando da sua resenha, eu acho que não sou o publico para esse tipo de história. Vou deixar para pegar outra dica literária na próxima visita ao blog.

    Bjos

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...