loja Lendo e Escrevendo: Mais lindo que a lua (Julia Quinn) #Resenha

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Mais lindo que a lua (Julia Quinn) #Resenha


Mais Lindo Que a Lua, primeiro livro primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontro e desafios, romantismo e perseverança.Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

Julia Quinn se destaca quando falamos de romances de época, sendo uma das autoras mais conhecidas no Brasil seus lançamentos chamam a atenção dos fãs de romance e aguçam a curiosidade daqueles que nunca leram, por isso quando o lançamento de “Mais lindo que a lua” foi anunciado a curiosidade dos leitores fez com que muitos corressem às livrarias, mas curiosamente, conforme as opiniões foram sendo postadas, o publico se mostrou bem dividido, vejamos agora o que eu achei do livro.


Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield sempre conseguiu tudo o que deseja, sua posição na sociedade lhe garantiu as melhores oportunidades, e embora não tenha assumido o titulo ainda, ele possui um futuro promissor e justamente por sua posição na sociedade certas coisas são esperadas dele, por exemplo, o casamento com alguém de sua classe social. Ele conhece Victoria Lyndon ao acaso, em um belo dia ele estava andando por sua propriedade e se depara com a moça, foi amor à primeira vista, naquele mesmo momento ele decide que irá se casar com a moça que nunca tinha visto antes (um pouco demais, não?!), a moça por sua vez se mostra encantada, mas um pouco reticente por não conhecer Robert.

Os dois logo começam um relacionamento baseado em amor, algo que não era comum naquela época, afinal, casamentos por conveniência rodeavam a sociedade na época em questão. Como não poderia deixar de ser, a diferença entre as classes sociais logo se torna um problema, pois Victoria é filha do vigário, e este tem certeza absoluta que o conde quer apenas se aproveitar dela e que nunca se casará com alguém de sua posição, sem o amparo de nenhum dos patriarcas, Robert e Victoria decidem fugir para se casar, mas quando as coisas dão muito errado, eles são forçados a seguirem caminhos diferentes.

Sete anos se passam até que o casal volte a se encontrar, e embora o reencontro desperte sentimentos a muito reprimidos, ambos terão de lidar com sentimentos controversos sobre os mal-entendidos do passado, se vocês decidirem ler o livro, saibam que é após essa passagem de tempo que as coisas realmente começam a acontecer.

Mais Lindo Que a Lua começa com uma nota da autora que admite não acreditar em amor a primeira vista, por isso o livro foi uma tentativa de fazer algo diferente dos demais, e isso é nitidamente percebido no decorrer do livro, talvez, só talvez, tivesse sido mais fácil acreditar no romance dos protagonistas se não soubéssemos desse detalhe. Robert se mostra um protagonista fútil e infantil em boa parte do livro, seu comportamento é inteiramente baseado no fato de não ter conseguido o que queria e por isso resolve se vingar de Victoria, no meio do caminho ele muda de ideia e continua com um comportamento duvidoso para conseguir o que deseja, houve momentos em que desejei poder colocar algo na cabeça desse personagem, pois o mesmo me irritou horrores no livro.

Em contrapartida, Victoria se mostrou mais coesa no decorrer do livro, e embora ela fosse sonhadora no começo da obra ela cresceu como personagem e foi atrás do que que queria, tomando decisões que eram mais benéficas para ela, ao mesmo tempo, a personagem manteve um certo ar inocente e juvenil que ainda acredita no amor e com isso acabou se submetendo a algumas situações que levaram à conclusão da obra.

De modo geral, embora o livro tenha seus pontos negativos (em grande parte por causa do Robert e algumas vezes da Victoria), as características positivas da obra se sobressaem e se destacam na avaliação geral do livro, isso porque, a autora conseguiu criar um livro leve e envolvente e sua escrita cativa os leitores. Além disso, Mais Lindo Que a Lua é um romance que apresenta as consequências de um mal entendido e como ele pode modificar a vida de uma pessoa, bem como devemos aproveitar as segundas chances que a vida nos dá, pois elas não acontecem sempre.

Livro: Mais Lindo Que a Lua
Duologia Irmãs Lyndon – vol. 01
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
ISBN-13: 9788580417975
ISBN-10: 858041797X
Ano: 2018
Páginas: 272

Um comentário:

  1. Oi, Pat.
    Entendo perfeitamente suas observações!
    Dá vontade de socar os personagens em vários momentos!! kkkk
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...