loja Lendo e Escrevendo: A Caçadora de Dragões (Kristen Ciccarelli) #Resenha

domingo, 19 de agosto de 2018

A Caçadora de Dragões (Kristen Ciccarelli) #Resenha

Primeiro volume de uma trilogia fantástica, em que dragões e humanos estão em guerra — e cabe a uma garota matar todos eles.
Quando era criança, Asha, a filha do rei de Firgaard, era atormentada por sucessivos pesadelos. Para ajudá-la, a única solução que sua mãe encontrou foi lhe contar histórias antigas, que muitos temiam ser capazes de atrair dragões, os maiores inimigos do reino. Envolvida pelos contos, a pequena Asha acabou despertando Kozu, o mais feroz de todos os dragões, que queimou a cidade e matou milhares de pessoas — um peso que a garota ainda carrega nas costas. Agora, aos dezessete anos, ela se tornou uma caçadora de dragões temida por todos. Quando recebe de seu pai a missão de matar Kozu, Asha vê uma oportunidade de se redimir frente a seu povo. Mas a garota não vai conseguir concluir a tarefa sem antes descobrir a verdade sobre si mesma — e perceber que mesmo as pessoas destinadas à maldade podem mudar o próprio destino.

A Caçadora de Dragões é o primeiro volume da trilogia Iskari, e é também o volume de estreia da autora Kristen Ciccarelli aqui no Brasil. O livro lançado recentemente pela Editora Seguinte apresenta um mundo de fantasia, mistérios e intrigas, onde dragões e humanos estão em guerra e cabe a uma garota eliminar cada um deles.

Asha, a filha do rei de Firgaard, também conhecido como rei-dragão, carrega o peso da morte de vários cidadãos do reino, por conta disso, é vista por todos como a Iskari, a deusa mortal, ou seja, aquela que atrai morte e destruição, e por isso é seu dever eliminar os dragões da face da terra, nem que para isso ela tenha que caça-los um por um. Além disso, ela encara sua tarefa como uma forma de se redimir por toda a destruição que causou quando criança.

As coisas começam a mudar na vida de Asha quando Kozu (o dragão que matou milhares de pessoas de seu reino) é avistado nas proximidades e cabe a ela acabar com ele de uma vez por todas. Além disso, ela se sente responsável, pois foi por sua causa que Kozu atacou sua cidade, por isso a contação de histórias foi considerada proibida, já que recitá-las levou trovadores e aqueles que se atreviam a conta-las a doença e a morte, o fato de que tais histórias também atraiam dragões contribui e muito para que fossem proibidas. Além disso, aqueles que não obedecessem às leis eram punidos severamente, mas quando a pequena Asha demosntra ter pesadelos amedrontadores sua mãe vê como a única saída recitar as histórias proibidas, isso fazia com que ela se acalmasse. Entretanto, isso fez com que Asha fosse “contaminada” pelas histórias e passou a recitá-las por conta própria, isso atraiu Kozu, o primeiro e mais feroz dos dragões, aquele que destruiria parte da cidade e levaria milhares à morte, queimada gravemente por ele, Asha sobrevive milagrosamente, mas passa a ser vista como Iskari, um símbolo de morte e destruição, tornando-se uma eximia caçadora de dragões, com isso ela busca, mesmo que seja só um pouquinho, a redenção por todo o mal que causou.

As coisas começam a mudar e a ganhar ritmo no livro quando ela é enviada em uma nova missão, a missão de matar Kozu e acabar de uma vez por todas com o mal que assola o reino, mas com ele as coisas não serão tão simples (como se caçar dragões fosse algo simples), pois pouco a pouco Asha e os leitores se veem presos em uma trama onde nem tudo é o que parece ser.

Kristen Ciccarelli criou um livro de fantasia onde nem tudo é o que parece, mas que acima de tudo, é um livro onde nem todos são o que aparentam ser, e se você espera um livro apenas de fantasia se prepare para uma trama com mistérios e jogos políticos que vão despertar o melhor e o pior dos personagens, além disso, espere por reviravoltas nos momentos mais improváveis e das formas mais inimagináveis possíveis (ok, às vezes podem ser um pouco previsíveis, mas funciona para o proposito do livro e das situações em que acontecem). Além disso, temos todo um pano de fundo que abre um leque de possibilidades para os demais livros da trilogia, por isso não espere um final totalmente fechado já nesse livro, pois a autora deixa alguns ganchos para o próximo volume e são esses ganchos que deixarão os leitores ávidos e curiosos para o segundo volume da trilogia.

De modo geral, A Caçadora de Dragões é um livro de fantasia com maquinações politicas, repleto de reviravoltas, que prende o leitor do começo ao fim (exceto quando me perdi um pouco na cronologia), e que apresenta personagens fortes e que se desenvolvem no decorrer da trama.

Livro: A Caçadora de Dragões
Iskari – vol. 01
Autora: Kristen Ciccarelli
Editora: Seguinte
ISBN-13: 9788555340529
ISBN-10: 8555340527
Ano: 2018
Páginas: 398

*Resenha adaptada da resenha escrita por mim para o Leitora Compulsiva (link AQUI) e postada aqui com autorização.

2 comentários:

  1. Essa fantasia está na minha listinha. Tenho muita curiosidade já que muitas pessoas estão comentando positivamente toda a mensagem que o livro tenta passar..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pat.
    Eu adorei a sua resenha e fico muito feliz que tenha gostado do livro!!
    Vou ficar de olho para pedir o segundo volume para você quando for lançado!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...