loja Lendo e Escrevendo: [Aconteceu!] Uma noite exclusiva de apresentação do segundo volume da autobiografia desautorizada do Jô

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

[Aconteceu!] Uma noite exclusiva de apresentação do segundo volume da autobiografia desautorizada do Jô

No dia 30 de Novembro, representando o Livrólogos, eu tive a oportunidade de participar do evento de lançamento da segunda parte do livro “Livro de Jô: uma autobiografia desautorizada” com a presença do Jô Soares, no qual por meio de uma conversa com Andréia Sadi, Lillian Witte Fibe, Mara Luquet mediada por Matinas Suzuki Jr. ficamos sabendo um pouquinho sobre os acontecimentos na vida do famoso humorista, apresentador de televisão, escritor, dramaturgo, diretor teatral, ator e músico brasileiro.

Talk-show "Meninas do Jô": uma conversa com Andréia Sadi, Lillian Witte Fibe, Mara Luquet e Jô Soares mediada por Matinas Suzuki Jr. no lançamento do livro | Imagem: Companhia das Letras

Durante o evento que teve apresentação simultânea no facebook (e que você pode assistir AQUI), Jô Soares falou sobre suas experiências no teatro e televisão e falou sua opinião sobre politica (tanto a atual quanto a da época). Entrando no clima do livro, o evento buscou reproduzir parte do que era apresentado no talk show que mudou o fim de noite dos brasileiros, com isso, sua conversa com as apresentadoras Andréia Sadi, Lillian Witte Fibe, Mara Luquet deu um ar de talk show ao evento e deixou o ambiente mais descontraído, ao mesmo tempo em que temas e acontecimentos importantes eram discutidos.

Em 1969, Jô Soares lança o seu primeiro one-man show, Todos amam um homem gordo, no teatro da Lagoa, no Rio de Janeiro. No ano seguinte, depois do enorme sucesso na Família Trapo, estreia na Globo, no programa que revolucionou os humorísticos na TV brasileira, Faça humor não faça guerra. Na aguardada segunda parte do Livro de Jô: uma autobiografia desautorizada, ele conta tudo (ou quase tudo, ou mais que tudo) que aconteceu desde então, até chegar ao talk show que mudou o fim de noite dos brasileiros. Jô Soares representou mais de duzentos personagens humorísticos e criou dezenas de bordões que entraram para o repertório da língua portuguesa do Brasil. No seu programa de entrevistas — que durou 28 anos — fez cerca de 14 mil entrevistas. Fez oito espetáculos solos em longas temporadas, dois deles apresentando também em Portugal. Dirigiu 24 peças de teatro e fez dez peças como ator. Escreveu oito livros (incluindo este) que já venderam (excluindo este) 1,5 milhão de exemplares no mercado brasileiro, tendo sido traduzidos em vários países, entre eles Estados Unidos, França, Itália, Japão e Argentina.
No volume 2 desta autobiografia desautorizada, revela como chegou a distribuir hóstias ao lado de Dom Hélder Câmara, sua vida de motoqueiro encerrada com dois acidentes, o processo que sofreu durante o período da presidência do general Emílio Garrastazu Médici (e como foi absolvido com um testemunho do poeta Carlos Drummond de Andrade), a saída para o SBT no auge do sucesso na Globo, os casamentos, a perda do filho Rafael, além de sua admiração profunda por figuras — gordas — como Orson Welles e Winston Churchill. Mas, mais do que tudo, o leitor se deliciará novamente com as histórias dele e dos outros, contadas com o melhor da verve de Jô Soares.

Livro: O Livro de Jô - Uma autobiografia desautorizada
Volume 02
Autores: Jô Soares e Matinas Suzuki Jr
Editora: Companhia das Letras
ISBN-13: 9788535931754
ISBN-10: 8535931759
Ano: 2018
 Páginas: 384

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...