05 motivos para ler "A cinco passos de você", de Rachael Lippincott, Tobias Iaconis e Mikki Daughtry

Você já leu o livro A cinco passos de você de Rachael Lippincott, Tobias Iaconis e Mikki Daughtry? Ainda não? Então confere cinco motivos para ler o livro.

Stella Grant gosta de controle. Ela parece uma adolescente típica, mas em sua rotina há listas de tarefas e inúmeros remédios que deve tomar para controlar a fibrose cística, doença crônica que impede que seus pulmões funcionem como deveriam. Para conseguir um transplante, ela precisa seguir seu tratamento e eliminar qualquer chance de infecção, o que significa ficar a pelo menos seis passos de outros pacientes com a doença – sem exceção.

Will Newman não dá a mínima para o novo tratamento experimental para o qual foi selecionado. Prestes a completar dezoito anos, ele mal pode esperar para finalmente se livrar das máquinas e hospitais, usando o pouco de vida que ainda lhe resta para conhecer o mundo.

Stella e Will são muito diferentes. Ao mesmo tempo, sua doença não é a única coisa que os une. Eles não podem se aproximar, mas, conforme sua conexão aumenta, os seis passos entre eles passam a ser insuportáveis. E se pudessem quebrar as regras? Cinco passos são tão perigosos quanto perder um grande amor?

O livro fala sobre amor, amizade, família e a importância do suporte nos momentos difíceis, então se você gosta de livros que abordem esses temas, já pode colocar esse na sua lista.

Conscientização. Cada vez mais se faz necessária a conscientização sobre as diferentes doenças que debilitam independente da idade, em A cinco passos de você, você ficará sabendo mais sobre fibrose cística e o impacto na vida daqueles que sofrem com a doença.

"Estou cansada de não viver de verdade. Cansada de viver desejando coisas. Há muito na vida que não podemos ter. Mas podemos ter isso. Eu sei que sim."

Lição. Além de falar sobre a importância da família e da amizade, o livro fala sobre a importância de estar com aqueles que são importantes para você. E também ensina que devemos aproveitar cada minuto.

"Se eu vou morrer, gostaria de pelo menos viver primeiro”.

Apesar de ser uma história triste, é uma leitura que prende. Você nem irá ver o tempo passando e quando perceber já terá terminado o livro.

O livro foi adaptado e conta com as atuações de Cole Sprouse e Haley Lu Richardson. Então se você curte adaptações leia o livro, assista a adaptação, mas prepare os lencinhos, você vai precisar de alguns.



Um comentário:

  1. Oi, Pah.
    Gostei muito dos motivos que você apontou, principalmente o da conscientização!
    Não sei se estou no pique de livros tristes e doenças, mas vou anotar a dica!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Bookhalic assumida, seu amor pelos livros me levou a criar o blog Lendo e Escrevendo, há alguns anos. Minha paixão por eles me fez continuar. No blog e redes sociais você encontrará muitas novidades, resenhas, fotos e vídeos sobre o mundo literário.

Procurando algo?

Caixa de Busca

Destaque

Appa, o bisão voador de "Avatar", chegou ao Brasil

A Netflix divulgou ontem (21/02) uma ação promocional para o lançamento da série “ Avatar: O Último Mestre do Ar ”.   O serviço de stre...

Facebook

@pah_lendoescrevendo

Seguidores

Siga no Twitter

Em breve

@daspaginaspraspanelas

em breve

Novidades

Em breve

newsletter

Skoob

Posts Populares

Tecnologia do Blogger.

Protegido

Protegido