Especial Halloween | Livros com zumbis, múmias ou demônios


Outubro é mês de Halloween e hoje a indicação é de livros com aliens, zumbis ou demônios! Confira:


A múmia, ou Ramsés, o maldito, de Anne Rice

Arqueólogo descobre tumba esquecida onde repousa empoeirada múmia. A múmia volta à vida real e sai assombrando o mundo, presa de terrível maldição. Nas mãos de Anne Rice, o que poderia ser uma trama juvenil, torna-se ficção eletrizante. Os seres encantados de seu livro, não só desafiam qualquer lei da física e da biologia, como transtornam a vida dos inocentes ou perversos mortais que vão encontrando pelo caminho. Ramsés II não morreu. Burlando a história, faz enterrar alguém em seu lugar, ingere um elixir da eternidade e sai vagando pelo mundo da Antigüidade, até encontrar, muitos séculos mais tarde, o grande amor de sua existência - Cleópatra, a rainha que seduziu Júlio Cesar, Marco Antonio e a imaginação dos homens que vieram depois deles. Despertado do sono a que se condenou pelo arqueólogo e armador Lawrence Strafford, ele acaba na Londres eduardiana nos braços da bela Julie, filha de Strafford, amor que vem desafiar, em intensidade, o que ainda sente por Cleópatra.


A Maldição da Tumba da Múmia (Goosebumps - volume 17), de R. L. Stine

Durante seu passeio pelo Egito, Gabe se perdeu dentro de uma pirâmide. Sari, sua prima louca que o acompanhava nessa exploração, simplesmente desapareceu. Mas ele não está sozinho. Existe mais alguém na pirâmide. Alguém ou alguma coisa. Gabe não acre dita na maldição da tumba da múmia. Mas isso não significa que a maldição não seja verdadeira. Significa? 


A noite mais sombria (Senhores do Mundo Subterrâneo vol. 01), de Gena Showalter

Muitos milênios atrás, quando os deuses habitavam o mundo, doze guerreiros gregos assassinaram Pandora e violaram a caixa que ela protegia, libertando os demônios nela confinados. Condenados a serem guardiões desses espíritos pela eternidade, eles precisam sair em busca da única relíquia com poder de acabar com esse sofrimento... Ainda que possa destruí-los.Ashlyn Darrow sempre fora atormentada por vozes de diversas épocas, sobrepostas, interligadas, vindas de todas as direções, causando profundo sofrimento. Só havia um lugar onde ela talvez pudesse encontrar a cura para seu mal: a misteriosa fortaleza habitada pelos imortais, em Budapeste. Homens com poderes extraordinários, cada um carrega selado em si um dos demônios da caixa de Pandora. Porém, somente Maddox, castigado pelos deuses com a mais cruel das maldições, seria capaz de livrar Ashlyn de seu desespero. Morrendo todas as noites e renascendo à alvorada, o guardião do demônio Violência agoniza com o desejo de tocar Ashlyn, mas receia perder o controle sobre o espírito maligno e se tornar uma ameaça para ela.Sucesso mundial,A noite mais sombria tem como cenário os dias atuais, um presente povoado por deuses e guerreiros que sobreviveram ao fim de sua era e que, ocultos, ainda caminham entre nós. Uma leitura repleta de ação, fantasia, erotismo e romance, em que antigos mitos se transformam em um épico contemporâneo.


Dicionário dos Demônios, de M. Belanger

Nesta obra minuciosa, a autora apresenta a mais completa publicação sobre o assunto, reunindo mais de 1.700 verbetes, ensaios e artigos que revelam um panorama amplo sobre as crenças, práticas e eventos da Europa Ocidental que tiveram um impacto direto sobre a religião, além de uma rica pesquisa iconográfica capaz de documentar a representação dos demônios através dos tempos.

Abrindo as comemorações dos 10 anos da Caveira, o Dicionário dos Demônios: Demonologia de A a Z chega abençoado e em um edição diabolicamente rubra feita para encantar bruxas e bruxos,  leitoras e leitores corajosos interessados nos mistérios do mundo invisível ao nosso redor.

Uma das obras mais valiosas sobre o tema, fruto de longa e criteriosa pesquisa, a edição comemorativa de Dicionário dos Demônios expande a edição original e é o livro mais abrangente sobre demônios já publicado na história do ocultismo ocidental e referência indispensável na biblioteca de todos que se interessam por demonologia.

Como afirma a autora na Introdução, “é importante compreender que essas entidades infernais não eram vistas como onipotentes. Embora fossem apresentadas como figuras intimidadoras, a mensagem de toda a tradição salomônica que sustenta os grimórios é a de que a fé tem poder. Os demônios ― não importa o que você ache que eles são de verdade ― não são invencíveis, e a melhor forma de controlar e combatê-los é sabendo seus nomes e origem”. Não tema esse poder. Aprenda o que ele quer dizer e use-o com responsabilidade para trilhar um caminho de luz e conhecimento.


Obsidiana: (Saga lux – vol. 01), de Jennifer L. Armentrout

Começar de novo é um saco. Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices... Até dar de cara com o meu vizinho lindo e seus intimidantes olhos verdes. Hummm... os prognósticos estavam melhorando. Até que... ele abriu a boca. Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão, e aí, bom, algo inesperado acontece. O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!! Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como uma árvore de Natal, e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Deamon, até a magia alienígena desaparecer. Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.


A estrela mais escura (Estrelas Negras – vol. 01), de Jennifer L. Armentrout

Aos 17 anos, Evie Dasher já conhece bem as devastadoras consequências da guerra entre humanos e alienígenas: os belíssimos Luxen. A jovem era pouco mais que uma criança quando os aliens foram derrotados, mas sua vida mudou para sempre quando o pai perdeu a vida numa das mortais batalhas.

A boate Foretoken era famosa pela permissão de identidades falsas e por ser um lugar frequentado por alienígenas. E é lá que, no meio de uma batida policial, Evie conhece Luc, um jovem atraente que ela presume ser um Luxen, mas que é, na verdade, algo muito mais secreto e... perigoso.

Isso mesmo. Luc. Só Luc. Nenhum sobrenome.

O desejo que Evie tem de descobrir mais sobre ele fará com que mergulhe fundo num mundo sobre o qual só tinha ouvido falar, revelando segredos enterrados, traições e uma atração que talvez seja seu fim.

A Estrela Mais Escura é o primeiro livro da trilogia Original, spin-off da aclamada SAGA LUX.


Os últimos jovens da Terra: 4 contra o Apocalipse, de Max Brallier

DIVIRTA-SE COM JACK SULLIVAN E O FIM DO MUNDO! Depois que o planeta é invadido por monstros e zumbis, Jack se une aos seus colegas para encarar o apocalipse, onde não faltam aventuras e diversão! Neste primeiro livro você vai conhecer a história que originou a série da Netflix! Contando com muitas ilustrações, o livro tem sido chamado da mistura perfeita entre Diário de um banana e The walking dead. Jack é um garoto de 13 anos que precisa encarar o apocalipse zumbi sozinho... ou não tão sozinho assim. No meio do caos que aconteceu no mundo, ele se junta ao seu melhor amigo nerd, ao ex-valentão da escola e à sua crush June Del Toro para encarar os desafios de um mundo dominado pelos zumbis.


Allison contra os zumbis, de Madeleine Roux

Allison e seus colegas ficam presos na livraria onde trabalham quando a Epidemia estoura. A sala do cofre oferece uma boa proteção, e os monitores das câmeras de segurança os permitem observar uma multidão de zumbis perambulando pela loja. Mas uma hora a comida vai acabar, e eles terão que sair para enfrentá-los. Sem ter ideia da dimensão do apocalipse e do completo caos que se instalou lá fora, Allison usa o wi-fi de emergência do exército para escrever em seu blog. A princípio, é só uma maneira de combater o tédio e se manter sã. Até ela descobrir que existem mais pessoas por aí – que também perderam pessoas queridas, que também não sabem o que fazer nem onde procurar ajuda. Seu blog se torna o único contato com um mundo em ruínas. Em meio a um severo racionamento de comida, assembleias sobre a situação calamitosa do banheiro, tripas fedorentas de mortos-vivos voando pelos ares, a incansável busca pela sua mãe e um complicado caso amoroso, Allison encontra coragem para enfrentar violentos zumbis – e às vezes ainda mais perigosos humanos. Seu relato é cheio de ação e sarcasmo, uma emocionante montanha-russa sobre a luta pela sobrevivência. A perfeita combinação de humor, horror e sensibilidade.


Sadie contra os zumbis, de Madeleine Roux

Passados alguns meses da Epidemia, Sadie Walker é uma das sobreviventes do grande apocalipse zumbi. Manter-se vida em Seattle, cuidar de seu sobrinho Shane e escapar de zumbis violentos são as metas dessa heroína. Mas, para isso, Sadie precisa saber em quem confiar, pois a cidade está tomada pelo crime e todos aqueles que pareciam ser seus amigos estão envolvidos em perigosas transações do mercado negro. Quando tudo parece difícil, um novo ataque zumbi atinge a cidade e as coisas ficam ainda piores. Então, Sadie se pergunta: O que Allison Hewitt, a exterminadora de zumbis, faria numa situação como essa? Inspirada pelo blog de Allison, Sadie consegue salvar seu sobrinho de um sequestro e a única chance de escapar de Seattle é fugindo para ilhas San Juan. A ilha parecia ser um lugar seguro, mas a ilha estava cheia de zumbis com um apetite insaciável. Num ritmo alucinante, Roux, Madeleine cria uma narrativa na qual o realismo e o humor caminham lado a lado, fazendo desse apocalipse zumbi uma história cheia de expectativa.


Guerra Mundial Z: Uma história oral da guerra dos zumbis, de Max Brooks

Em Guerra Mundial Z, Max Brooks faz uma paródia dos guias de sobrevivência convencionais e expõe a paranoia coletiva que tomou conta do mundo, em especial dos Estados Unidos, na era Bush. No livro, que dá continuidade ao bem-sucedido O guia de sobrevivência a zumbis, o autor adota um tom científico nas pretensas entrevistas que conduziu com os sobreviventes do ataque zumbi que quase extinguiu a humanidade. O narrador de Brooks é um integrante da comissão da ONU encarregado de elaborar o relatório sobre o assustador conflito que quase aniquilou o planeta. Da identificação do paciente zero, contaminado nas ruínas de Dachang, na China, até Mary Jô Miller, a arquiteta de elite que pode pagar para se proteger, passando pelo depoimento de um soldado da infantaria que lutou no conflito, nada escapa à verve do autor. Irônico, Brooks destaca ainda o quanto os homens são ingênuos em achar que podem se defender de pragas e criaturas alienígenas. Governos corruptos e com interesses eleitoreiros podem destruir qualquer Departamento de Defesa, ou conduzi-lo para o front errado. O autor mostra ainda como as sociedades desmoronaram e foram forçadas a se reorganizar após o colapso das instituições que as mantinham, levando as pessoas a atos extremos de heroísmo e altruísmo, bem como de egoísmo e mesquinhez. Além de recorrer ao fantástico para traçar um painel das reações humanas diante de crises e tragédias inexplicáveis, Brooks tece comentários ácidos sobre temas diversos como o autoritarismo na China e na União Soviética; a falsificação de relatórios de inteligência por parte do governo dos Estados Unidos para justificar a invasão ao Iraque em 2003; o impacto social e ambiental de grandes empreendimentos como a represa de Três Gargantas, na China; a opressão imposta por regimes fundamentalistas, como o talibã no Afeganistão e o tráfico internacional de órgãos, envolvendo países como o Brasil.


O vale dos mortos, de Rodrigo de Oliveira

Estamos em 2017 ... Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que o astro passaria a uma distância segura. E todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer... Uma profecia esquecida do Apocalipse, reiterada por outros profetas modernos, ressurge... “Então 2/3 de todas as pessoas no Planeta são acometidas por uma estranha doença... E abriu-se o poço do abismo, de onde saíram seres como gafanhotos com poderes de escorpiões. E os homens buscarão a morte e a morte fugirá deles." Apocalipse 9:2-6. Então um grupo luta por sobreviver num mundo dominado pelo mal.


Prazeres malditos, de Laurell K. Hamilton

'Prazeres malditos' é o primeiro de uma série de livros protagonizados por Anita Blake, uma típica garota urbana contemporânea, descolada e bem-humorada, que ganha a vida de uma maneira peculiar caçando vampiros e ressuscitando mortos. Através dessa ghostbuster contemporânea, a autora dá um tom original e divertido a histórias sobrenaturais, que continuam atraindo a atenção de milhões de leitores em todo o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Bookhalic assumida, seu amor pelos livros me levou a criar o blog Lendo e Escrevendo, há alguns anos. Minha paixão por eles me fez continuar. No blog e redes sociais você encontrará muitas novidades, resenhas, fotos e vídeos sobre o mundo literário.

Procurando algo?

Caixa de Busca

Destaque

Appa, o bisão voador de "Avatar", chegou ao Brasil

A Netflix divulgou ontem (21/02) uma ação promocional para o lançamento da série “ Avatar: O Último Mestre do Ar ”.   O serviço de stre...

Facebook

@pah_lendoescrevendo

Seguidores

Siga no Twitter

Em breve

@daspaginaspraspanelas

em breve

Novidades

Em breve

newsletter

Skoob

Posts Populares

Tecnologia do Blogger.

Protegido

Protegido