Ghostbusters: Apocalipse de Gelo | 2024


 

Nesta sequência da franquia Ghostbusters, a família Spengler retorna para onde tudo começou: a famosa estação de bombeiros em Nova York. Eles pretendem se unir com os caça-fantasmas originais que desenvolveram um laboratório ultra secreto de pesquisa para levar a caça aos fantasmas a outro nível, mas quando a descoberta de um artefato antigo libera uma grande força do mal, os Ghostbusters das duas gerações precisam juntar as forças para proteger suas casas e salvar o mundo de uma segunda Era do Gelo. 


Em 2024 a franquia “Caça-fantasmas”, aka. Ghostbusters, completa 40 anos trazendo um novo filme, “Ghostbusters: Apocalipse de Gelo”, que apostou bastante na nostalgia e trouxe de volta elementos que devem atrair bastante os fãs mais antigos ao mesmo tempo em que diverte novos espectadores.



Nesse novo filme, que dá sequência aos acontecimentos do longa de 2021, a família Spengler está de mudança para a sede original dos caça-fantasmas e retorna para onde tudo começou: a famosa estação de bombeiros, cenário conhecido dos fãs dos longas mais antigos da franquia (você não precisa assistir para entender o que acontece aqui, mas recomendo) e é nesse cenário emblemático que o velho e o novo se misturam.


Os novos Caça-fantasmas se dividem entre as assombrações que aparecem nos mais variados locais e o a opinião pública que se divide sobre as ações do grupo. Ao mesmo tempo, o longa abre às portas para novas tecnologias que prometem facilitar o entendimento sobre as atividades paranormais, mas quando um artefato antigo cai nas mãos do grupo e uma entidade antiga escapa e promete trazer de volta a era do gelo, caberá aos novos e velhos integrantes do grupo impedir que isso aconteça.




“Ghostbusters: Apocalipse de Gelo”, assim como seu antecessor “Mais Além”, acertou em cheio ao apostar em elementos nostálgicos da franquia, ao trazer personagens, cenários e personagens que já eram conhecidos dos fãs, o longa traz de volta os fãs que não gostaram muito da tentativa de remake de alguns anos atrás e ao mesmo tempo atrai novos espectadores ao apresentar tramas novas e atores conhecidos do publico mais jovem. Além disso, o longa é autoexplicativo fazendo com que você não precise assistir os anteriores para saber o que está acontecendo.... ok, é uma boa ideia assistir “Mais Além”.


No geral, esse é um filme que proporciona um bom tempo de entretenimento a quem for aos cinemas e aos que já conhecem a franquia: se atentem aos detalhes trazidos de volta através das decorações e personagens que aparecem no local, anos novos espectadores: aproveitem o local e sintam-se em casa, mas não reparem a bagunça rs.










Nenhum comentário:

Postar um comentário


Se Chegou até aqui que tal comentar?!


Sua opinião é importante, assim sei o que está achando. Além disso, comentários são bem vindos, mas seja educado ;)

- AVISO: O blog NÃO disponibiliza livros para download, e NÃO permite comentários que contenham links para essa finalidade.

Bookhalic assumida, seu amor pelos livros me levou a criar o blog Lendo e Escrevendo, há alguns anos. Minha paixão por eles me fez continuar. No blog e redes sociais você encontrará muitas novidades, resenhas, fotos e vídeos sobre o mundo literário.

Procurando algo?

Caixa de Busca

Destaque

Sherlock: Um Estudo em Rosa | Adaptado* por Steven Moffat e Mark Gatiss, Arte de Jay #Resenha

Traumatizado pela guerra, Dr. Watson retorna do serviço militar no Afeganistão e é apresentado por um velho amigo a Sherlock Holmes, um dete...

Facebook

@pah_lendoescrevendo

Seguidores

Siga no Twitter

Em breve

@daspaginaspraspanelas

em breve

Novidades

Em breve

newsletter

Skoob

Posts Populares

Tecnologia do Blogger.

Protegido

Protegido